quarta-feira, 26 de julho de 2017

O Casal do Lado de Shari Lapena

Opinião: 
Só tenho a dizer que este livro está fantástico,perfeito em todos os sentido e foi a melhor coisa que apareceu nestes últimos tempos para mim.....
Levei cinco horas a ler este livro e cada vez que me interrompiam, eu só tinha vontade de morder na pessoa, gostei de tal maneira que estou farta de falar nele e de aconselhar a todos os que conheço que o devem ler, e posso dizer que não é o meu estilo de leitura.
Devorei o livro num instante e cada vez que eu pensava que não ia haver mais reviravoltas ou novidades, elas apareciam e eu ficava de boca aberta.
O fim está perfeito (para mim), sinceramente não sei o que mais dizer senão leiam e avaliem por vocês.
Mais uma vez na minha opinião este livro merece cinco estrelas e foi uma excelente aposta da Editorial Presença, não estou a falar por publicidade pois todos os livros que li até agora foram comprados ou trocados.

Sinopse: 
Cynthia disse a Anne que não levasse a filha Cora, a bebé de seis meses, para sua casa na noite do jantar para que ela e o marido Marco tinham sido convidados. Não era nada de pessoal. Ela simplesmente não suportava o choro de crianças. Marco não se opõe. Afinal, eles vivem no apartamento do lado. Têm consigo o intercomunicador e irão alternadamente, de meia em meia hora, ver como está a filha. 
Cora dormia da última vez que Anne a tinha ido ver. Mas, ao subir as escadas da casa em silêncio, ela depara-se com a imagem que sempre a aterrorizou. A menina desapareceu. Anne nunca tivera de chamar a polícia, antes disso. Mas agora eles estão lá e quem sabe o que irão descobrir... do que seremos capazes, quando levados além dos nossos limites?

A Sedução de Nicole Jordan

Opinião:
Quem me conhece sabe que eu adoro romances de época mas este deixou um bocadinho a desejar, gosto bastante de Nicole Jordan e já li livros dela bastante bons, mas este foi assim assim.
Achei que Nicole se retraiu um bocado nas partes de sedução, embora tenha gostado da história e das personagens.Li o livro num dia, por isso é porque gostei e diverti-me imenso a ver Vanessa desafiar Damien, uma coisa que ele não estava habituado pois as mulheres faziam tudo por ele.
Vanessa é uma mulher que sabe o que quer e não tem medo de ir atrás e quando se torna dama de companhia de Olivia não a trata como uma criança ou como uma invalida e isso é bastante interessante.
Resumindo, o livro é bom mas sei que Nicole Jordan já escreveu livros melhores do que este.

Sinopse:
Os romances de Nicole Jordan prometem uma sensualidade de tirar o fôlego e uma entrega tempestuosa. Em A Sedução, esta autora aclamada leva o romance erótico a fascinantes horizontes…
Londres 1810: Lorde Damien Sinclair, o mais reconhecido libertino da alta sociedade londrina, preocupa-se apenas com o seu próprio prazer, até que a sua irmã mais nova, Olivia, num encontro proibido, sofre um acidente e a sua reputação fica arruinada. Damien fará de tudo para destruir o jovem culpado pelo estado de Olivia… E Vanessa Wyndham protegerá o seu insensato irmão a todo o custo, mesmo que isso signifique entrar num pacto ilícito com o perigosamente bonito «Lorde Sin». Quando Vanessa se oferece para o cargo de ama de companhia da irmã incapacitada de Lorde Sin, Damien aceita mas impõe uma condição escandalosa - ele perdoará a «dívida» do seu irmão, se ela concordar tornar-se sua amante.
E assim começa a sedução. Mas, será que assim que o acordo termina, vão conseguir escapar com os corações intactos?

domingo, 23 de julho de 2017

A Incrivel Viagem de Arthur Pepper de Phaedra Patrick

Opinião: 
Um livro tão giro e que me fascinou de uma maneira que não esperava, não é um dos típicos romances de amor a que estou habituada, mas acaba por ser uma linda história de amor e uma lição de vida.
Aprendi que o que importa é o que vivemos com uma pessoa e não o seu passado, o presente importa e o que nos rodeia também e nem sempre damos valor a isso.
A esposa de Arthur morreu faz um ano e ele tem mantido sempre a mesma rotina, até ao dia em resolve arrumar as coisas da esposa e descobre uma pulseira com berloques nunca viu na vida.
Quando comecei a ler pensei que ia ser um livro aborrecido, pois quem quer saber da vida de um "velho", mas Arthur mostra-nos que a idade não importa e que temos sempre tempo de mudar e recuperar a vida.
Amei seguir Arthur nas suas viagens, senti-me como se fosse eu a fazê-las e recomendo vivamente este livro, pois tenho a certeza que que gosta deste estilo de escrita, vai adorar este livro.

Sinopse: 
Repleta de personagens inesquecíveis e episódios memoráveis, A Incrível Viagem de Arthur Pepper é uma história imperdível sobre o despertar para as possibilidades infinitas da vida.
Arthur Pepper, de 69 anos, leva uma vida simples e rotineira, como quando a sua mulher, Miriam, era viva. Levanta-se às 7h30, rega a sua planta Frederica e vai tratar do jardim. O dia a dia de Arthur corre como deve ser. Sem surpresas. Sem sobressaltos.
Até que no primeiro aniversário da morte da mulher, tudo muda. Ele encontra no meio dos pertences de Miriam uma pulseira que não se recorda de ter visto antes. Uma pulseira com oito berloques diferentes, cada um mais misterioso do que o outro. Num deles encontra até um número de telefone.
Intrigado, Arthur resolve telefonar e descobrir a quem pertence aquele número. As revelações que se seguem vão lançá-lo numa jornada surpreendente. De Londres a Paris, cidades que nunca imaginou visitar, Arthur irá fazer novas e fascinantes descobertas não só sobre a sua mulher, mas também sobre si próprio.
Encantador e comovente, mordaz e cheio de humor, este romance é ideal para leitoras de ficção romântica.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Aqui entre nós de Jane Fallon

Opinião:
Que livro tão confuso mas no bom sentido, a mania de meter-mos o nariz onde não somos chamados, com a desculpa que é para proteger os amigos, nem sempre corre bem.
Um livro com muitas peripécias,confusões e enganos, mas bastante divertido.
Tamsin ouve dizer que o marido da melhor amiga anda a trair a esposa, então resolve averiguar se é verdade ou não.
Ela pede(manda) a sua empregada e muito amiga(assim pensa ela), seduzir Patrick e verificar se ele é fiel ou não.
Bea(a empregada) diz a Tamsin que os boatos são mentira,mas é a partir dai que as coisas começam a correr muito mal para Tamsin pois ao esconder à sua melhor amiga aquilo que fez, acaba por se enrolar em mentiras atrás de mentiras para Michelle não descobrir a verdade e Patrick aproveita-se da situação.
Gostei bastante do livro, o disse que não disse, as falcatruas, os enganos é só para rir.
Faz-nos pensar em quem devemos confiar e se a pessoa que julgava-mos de confiança, será mesmo? E nós seremos assim tão boas pessoas, fazemos as coisas para proteger ou usamos essa palavra para justificar o que fazemos de errado?
Venham ler este livro e tentar descobrir quem é quem .....

Sinopse:
Desde sempre que Tamsin e Michelle são inseparáveis. Claro que Tamsin quer o melhor para a amiga. Quando lhe chega aos ouvidos o boato de que Patrick, o marido de Michelle, lhe é infiel, ela põe em prática um plano ousado: utiliza a sua assistente, Bea, como engodo, para ver o que acontece…
Não lhe ocorreu, todavia, que a fiel Bea pudesse ter outras intenções. Além disso, a farsa parece ter ganho vida própria e, de repente, Tamsin dá por si enredada numa grande teia de mentiras. Consumida por sentimentos de culpa, Tamsin encontra-se perante uma situação delicada: conseguirá ela contar a verdade a Michelle sem arruinar a vida de todos?
Segredos, manipulação e traições: Aqui Entre Nós é uma comédia de enganos que nos leva a refletir sobre a grande questão: existe alguém em quem possamos verdadeiramente confiar?

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Darkest Love Poetry de Susana Dias

Opinião: 
Será que conseguimos gostar tanto de um livro como não gostar? É assim que me sinto com este livro de poemas.
Amei a maior parte dos poemas e identifiquei-me com bastantes e acho que foi preciso muita coragem para expor os sentimentos desta maneira.
De certeza que alguém se identifica com um poema pelo menos, li num instante e ao mesmo tempo não queria que acabasse.
Houve duas ou três coisas que não gostei tanto como por exemplo a capa, achei que podia ser muito mais bonita e até mais simples.
Os poemas em Inglês deviam estar separados dos que estão em Português, embora entenda porque é que a autora não os separou, estão por datas que foram escritos. 
Sinceramente acho que ficavam melhor separados e por fim acho que devia ser um livro só com poemas em Português pois para mim flui melhor, embora saiba Inglês e compreenda, a tendência é traduzir para português e não fica a mesma coisa.
Isto são coisas minhas e a minha maneira de pensar, mas não deixa de ser um excelente livro que amei ler, principalmente porque me identifiquei com certos poemas.

Sinopse: 
Quando escrevi estes poemas (80 em português e 47 em inglês) jamais me passou pela cabeça algum dia publicá-los e torná-los do conhecimento público. Eles contam em poesia pequenos excertos de uma história de amor intensa, sofrida e louca que vivi.
Ao percorrer os olhos por esta obra estou a abrir uma parte muito íntima de mim, um reflexo da minha mente e do meu coração, desabafos sentidos e reais, numa perspectiva feminina que quando apaixonada revela uma história com que alguns poderão se identificar. Nalguns poemas encontrarão o desânimo, noutros o sonho, noutros a excitação, enfim uma panóplia de sentimentos humanos que vos deixo aqui.
Pronto, sou uma perfeita tonta apaixonada, mas que no fundo apenas arriscou uma coisa - Amar.
. Cada poema é uma história e que contém tanto significado por detrás dela. Poderá descobri-lo nos 81 poemas em português que apresento neste livro.
. Each poem is a story and it has so much meaning behind it. You can find it in the 47 english poems I present on this book.

Encontras-me no fim do mundo de Nicolas Barreau

Opinião: 
Acabado de ler e vim logo dar a minha opinião, pois apesar de não ser um daqueles livros que me arrebatou, não deixou de ser um livro interessante.
Adorei a forma como Jean-Luc ou como é mais conhecido "Duc" se deixa apanhar, quando prometeu que nunca mais escreveria cartas.Vamos começar do principio....Duc quando era criança teve uma grande paixão e resolveu escrever uma carta para o seu amor, mas ela desprezou-o e Duc prometeu nunca mais escrever cartas até ao dia em que recebe uma carta a desafia-lo.
A carta é de uma mulher que se diz apaixonada por ele, mas que não se quer revelar até Duc gostar dela e deixar a vida de galã que leva.
Duc fica tão curioso que não consegue resistir a tentar descobrir quem é a dona da carta....
Um livro divertido pois vemos Duc a percorrer as mulheres da sua vida para saber se é alguma delas, para mim não foi um livro que me agarrou ou que amei, mas foi um livro super fácil de ler e até bastante interessante.
Deixou-me de bom humor.

Sinopse: 
Jean-Luc Champollion é aquilo a que os franceses chamam um homme à femmes. O encantador proprietário de uma galeria bem-sucedida ama a arte e a vida, é muito sensível ao encanto das mulheres, que de bom grado lho retribuem, e vive num dos bairros da moda de Paris, em perfeita harmonia com o seu fiel dálmata Cézanne. Tudo corre bem até que, uma da manhã, Jean-Luc encontra no correio um envelope azul, e a sua vida muda para sempre. A missiva é uma carta de amor, ou melhor, uma das declarações de amor mais apaixonadas que o galerista já viu, mas não vem assinada: a misteriosa autora decidiu esconder-se e convida-o a descobrir quem é. Jean-Luc fica inicialmente confuso, mas decide alinhar. A remetente anónima forneceu-lhe um endereço de e-mail e desafia-o a responder. Mas a tarefa não é fácil. Em breve, Jean-Luc tem apenas um objetivo: descobrir a identidade da caprichosa desconhecida, que parece conhecer muito bem os seus hábitos e gosta de o provocar incessantemente. Assombrado pelas suas palavras, Jean-Luc segue as pistas dispersas na correspondência, cada vez mais incapaz de resistir à mais doce das armadilhas. O objeto da sua paixão existe apenas no papel e na sua imaginação, mas ele sente conhecer melhor esta mulher do que os quadros expostos na sua galeria, mesmo que nunca tenha visto o seu rosto. Ou será que viu?

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Estou a ver-te de Clare Mackintosh

Opinião: 
Posso dizer que este livro teve três fases para mim: não vou gostar, se calhar até consigo ler e nunca pensei.
Quando comecei o livro pensei mesmo que não ia gostar, estava maçador e nada interessante, mas como sou teimosa decidi continuar e ainda bem.
Veio a fase do se calhar até consigo ler, pois comecei a pensar que tinha coisas interessantes, como o nosso dia a dia e estarmos tão concentrado nele, que nem reparamos no que pode estar à nossa volta. O livro é sobre mulheres que fazem sempre o mesmo percurso, o perfil delas é posto num anúncio de jornal e depois na net para quem quiser conhecê-las, conversar ou até fazer mal a elas, pois elas nem sabem que isso está a acontecer.
O perfil na net contém todo o percurso que fazem e as horas que fazem, por isso é que eu disse que faz pensar. Alguma vez paramos para pensar nisso? Ou reparamos no que pode acontecer por sermos pessoas de hábitos?
E por último o nunca pensei, é verdade que o fim surpreendeu-me de tal maneira que nunca pensei, nunca esperei e até mesmo: a sério???
Um livro muito bom, apesar de ter sido difícil ao princípio mas valeu a pena insistir.

Sinopse: 
Todas as manhãs, Zoe Walker faz o mesmo caminho para a estação de metro, espera no mesmo lugar da plataforma e escolhe o seu assento preferido na carruagem, sem nunca suspeitar que alguém a observa. 
Durante uma dessas viagens, certo fim de tarde, enquanto lê o jornal local, Zoe vê a sua cara num dos anúncios: uma foto de má qualidade, um número de telefone e a morada de um website: FindTheOne.com (Encontra-a.com).
Nos dias seguintes, as fotografias de outras mulheres começam a aparecer no mesmo anúncio, e Zoe percebe que foram vítimas de crimes extremamente violentos, incluindo homicídio. 
Com a ajuda de uma polícia determinada, Zoe procura saber o que está por trás daquele anúncio perverso, uma descoberta que vai transformar a sua paranoia em pânico total. Alguém anda a seguir todos os seus passos. E Zoe tem a certeza de que alguém próximo de si a escolheu como próximo alvo. 
Um thriller obscuro, claustrofóbico e repleto de volte-faces.